Estado quer parcelar DPVAT de moto

quarta-feira, 13 de maio de 2009 |


O secretário de Imprensa do governo de Pernambuco, Evaldo Costa, esclarece a proposta do governador Eduardo Campos, em relação ao valor do seguro obrigatório para motos (DPVAT), tema de nota da Coluna na edição de domingo, dizendo que ela parte da constatação de que o valor do prêmio tornou-se desproporcional ao risco e, além disso, não pode ser parcelado.

A proposta de Campos é, assim como o IPVA, poder parcelar o seguro. E, num segundo, que o calculo da prêmio seja revisto. [2]

Hoje, numa moto de 150 CC, o seguro custa R$ 259, o IPVA R$ 70, a taxa de Corpo de Bombeiro R$ 16 e o licenciamento R$ 55. Segundo dados do Detran-PE, das motos registradas 55% estão inadimplentes. O governo espera poder, com o parcelamento, receber também as taxas que são do Estado.

Segs Porto Nacional

0 comentários: