NOTA PÚBLICA

terça-feira, 16 de junho de 2009 |

O Sindicato dos Servidores da Saúde de Pernambuco (Sindsaúde-PE) esclarece que, desde o dia 10 deste mês, os profissionais da saúde, com exceção dos médicos, estão em greve. Conforme a regulamentação do direito de greve nos serviços essenciais, o Sindsaúde garante atendimento de 30% do quadro de funcionários nas unidades de saúde, principalmente nas UTIS e emergências. Nesta terça (16), houve paralisação na UTI do Hospital Agamenon Magalhães, em Casa Amarela, que só atendeu com 30% do quadro de funcionários. Apenas pacientes que já estavam internados foram atendidos. A UTI esteve fechada para receber novos pacientes.

A greve atinge todo o Estado, principalmente, as grandes emergências. Nestes seis dias de greve, os ambulatórios estiveram fechados (só receberam pacientes com problemas de hemodiálise, foram feitos curativos de queimados e de cirurgia vascular e houve,ainda, a liberação de medicamentos essenciais). Nos centros cirúrgicos, apenas são realizadas cirurgias de urgências e estão suspenas as cirurgias eletivas. Nas emergências, urgências e UTI, 30% dos profissionais estão garantindo o atendimento, conforme previsto em lei.

0 comentários: