Governo de Pernambuco lança o Funcultura 2009

terça-feira, 25 de agosto de 2009 |

O Governo de Pernambuco, por meio da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), lança o Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – Funcultura 2009, que vai garantir R$ 24 milhões para a execução de projetos da produção independente e projetos estruturadores do Estado. Esse valor é o dobro do investido no ano passado. Uma das novidades desta edição é a divisão do concurso em três etapas, abrangendo todas as áreas culturais. A primeira, lançada nesta terça-feira (25), contará com um investimento de R$ 15 milhões.

A segunda etapa substitui o antigo Edital do Audiovisual e contará com um investimento de R$ 6 milhões. A terceira e última etapa contemplará projetos de todas as áreas que estejam inseridos no calendário cultural do Estado, totalizando um montante de R$ 3 milhões.
Essa mudança tem o objetivo de consolidar este que é o mais importante mecanismo de fomento oferecido pelo Poder Público à sociedade pernambucana. Ao inserir todas as linguagens no Fundo, a classe cultural sai fortalecida porque conta com um instrumento legal que assegura o repasse de recursos para cada uma das áreas. Isso se aplica, consequentemente, ao setor audiovisual que tem a continuidade de seu fomento garantido por lei.
O Funcultura 2009 faz parte da política pública de cultura adotada pela Fundarpe que prioriza a interiorização das ações no setor por parte do Governo. Por isso, não somente a Região Metropolitana, mas, sobretudo, as regiões da Mata, Agreste e Sertão contarão com linhas de ação específicas que visam impulsionar, fomentar, fazer fruir, preservar e difundir a cultura onde ela é produzida.

Primeira Etapa
– Na prática, o artista ou produtor cultural poderá concorrer da mesma forma que no ano passado. Ou seja, a partir desta terça-feira (25), quando estão abertas as inscrições para primeira etapa do Funcultura, qualquer pessoa cadastrada no Fundo, residente no estado há pelo menos um ano, poderá concorrer aos recursos que serão distribuídos – segundo critérios estabelecidos em edital – entre as melhores propostas nas áreas de Artes Cênicas; Fotografia; Literatura Música Artes Plásticas, Artes Gráficas e Congêneres; Cultura Popular e Artesanato; Patrimônio; Pesquisas Culturais; Artes Integradas; Formação e Capacitação e Gastronomia. O cadastramento de novos produtores fica aberto até 15 dias antes do encerramento das inscrições que terminam no dia 9 de outubro.

Fonte: Folha Pe

0 comentários: