João Paulo assina convênio com a Fetape para capacitação de jovens

terça-feira, 25 de agosto de 2009 |

Com recursos do ProRural, o investimento será de R$ 63.320,00 e 220 jovens serão contemplados com oficinas e seminário.

O secretário de Articulação Regional, João Paulo, vai assinar convênio com a Fetape para capacitação de jovens da zona rural. O investimento, recursos do ProRural no valor de R$ 63.320,00, vai beneficiar jovens de associações rurais atendidas pelo ProRural e pelo Programa Nossa Primeira Terra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). A assinatura será às 17h, no Centro Social da Fetape. A solenidade acontecerá hoje (25) durante encontro dos Delegados e das Delegadas Sindicais da Fetape, em Carpina.

O objetivo é capacitar jovens para que possam ampliar sua participação nas políticas públicas, fazendo valer o exercício da cidadania. Para tanto, a programação está divida da seguinte forma: serão realizadas, nos municípios de Itaíba, Cumaru, Gameleira e Serra Talhada, quatro oficinas de capacitação em gestão associativa para 120 jovens. Também fazem parte das atividades dois seminários: um sobre políticas públicas para a juventude no campo, destinado a outros cem jovens e mais 50 gestores públicos; e outro direcionado à sensibilização e importância do trabalho realizado pelos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural. As atividades serão desenvolvidas pela Fetape e ainda esta semana, as equipes técnicas definirão o cronograma das atividades, previstas de serem iniciadas na primeira quinzena do próximo mês.

Sobre o ProRural: Melhorar a qualidade de vida do homem e da mulher do campo. É com esse objetivo que Programa de Apoio ao Pequeno Produtor Rural de Pernambuco (ProRural) trabalha. Atuando em todo o Estado, o programa viabiliza o financiamento não-reembolsável de projetos ligados à infraestrutura, desenvolvimento humano, projeto produtivo e de incentivo e apoio à produção, estimulando investimentos e empreendimentos de interesse das comunidades rurais. Possui acordo de empréstimo com o Banco Mundial (BIRD) e tem como parceiro os Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural. É por meio dos Conselhos que os membros decidem juntos as ações que devem ser priorizadas em benefício das comunidades sendo, assim, um espaço caracterizado pelo exercício da cidadania.

Assessoria de Imprensa

0 comentários: