Prefeitura de São Lourenço não vai aderir ao movimento nacional

quinta-feira, 27 de agosto de 2009 |

Em um movimento nacional como sinal de protesto contra os cortes no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que aumentam a cada mês, as Prefeituras irão amanhecer com as portas fechadas nesta sexta-feira (28), ostentando faixas pretas. No entanto, o prefeito de São Lourenço da Mata, Ettore Labanca (PSB), anunciou que não irá aderir ao protesto.

Apesar de sentir-se prejudicado com o corte dos repasses e estar solidário ao protesto dos amigos prefeitos, o socialista prevê que um dia a menos de expediente do Executivo trará prejuízos ao município.

Isso porque, com a suspensão, a população ficará sem profissionais de saúde, sem professores em sala de aula, e sem outros serviços básicos, que já foram muito prejudicados por falta de ações da gestão passada. “Estou solidário aos prefeitos, mas não posso paralisar os serviços de São Lourenço da Mata”, disse Labanca.

0 comentários: