Governo define ações imediatas de segurança em Tracunhaém

quarta-feira, 16 de setembro de 2009 |

Por determinação do governador Eduardo Campos, preocupado em resolver os problemas de segurança de Tracunhaém, representantes da Prefeitura Municipal daquela cidade, da igreja Católica e do setor comercial foram recebidos segunda-feira, no Palácio do Campo das Princesas pelo secretário da Casa Militar, coronel Mário Cavalcanti, secretário executivo de Defesa Social, Cláudio Lima, e pelo secretário executivo da Casa Civil, José Aluísio Lessa.

De acordo com o secretário Cláudio Lima, até o dia 30 deste mês, quando os 3.100 novos soldados já estiverem formados, a cidade vai receber um reforço no policiamento. Mais importante do que este reforço, porém, é a articulação da sociedade com o poder Judiciário, Ministério Público, Polícia Militar, Igreja, além de representantes da Sociedade Civil organizada, para juntos formarem o Conselho Municipal de Segurança Pública.

“É imprescindível a construção de um Conselho de Segurança, pois só com a participação de todos iremos resolver o problema de segurança do município” afirmou o secretário. “Eu me comprometo a ir até Tracunhaém juntamente com os comandantes dos órgãos operativos para nos reunirmos com todos os senhores e representantes do Ministério Público e Poder Judiciário”, garantiu.

Para o coronel Mário Cavalcanti, “ao tomarmos conhecimento do interesse da comunidade em procurar o Governo do Estado, de forma imediata recebemos todos os representantes daquele município e já traçamos algumas soluções”, explicou o secretário da Casa Militar. As ações, já colocadas em prática, são o aumento do efetivo da PM, a criação de um Conselho de Segurança Pública com a participação de toda a comunidade, levantamento de um diagnóstico dos problemas do município, além da implantação, através da SDS, de alguns programas sociais, como o Juventude em Alerta, Ciranda de Ações Preventivas e o PROERD.

“Hoje Pernambuco tem um Plano Estadual de Segurança - Pacto Pela Vida - que foi construído por toda a sociedade pernambucana, onde foram estabelecidos objetivos e traçadas metas, além de ações para redução da criminalidade em nosso Estado, que apresenta resultados positivos. Pela primeira vez, em seis anos, Pernambuco registrou uma queda no índice de homicídios, por nove meses seguidos, e é isso que iremos fazer em Tracunháem: somar esforços em busca da paz social” finalizou.

FIsepe

0 comentários: