Pra quem gosta... Venha visitar!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012 |

Curta João Pessoa from Contra Criativos on Vimeo.

Uma Pausa

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012 |

Uma pequena pausa e escrevo rapidamente amanhã sobre " As duas Timbaúbas"

Tá no Blog do Jamildo: MPPE recomenda que prefeito de Timbaúba afaste secretário de Administração

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012 |

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através da atuação do promotor de Justiça João Elias da Silva Filho, expediu recomendação para que o prefeito do município de Timbaúba desligue do cargo o secretário de Administração Pública Municipal. Além disso, a recomendação prevê ainda que o prefeito promova o ajuizamento de Ações Civis contra outros servidores da prefeitura, a fim de recuperar prejuízos financeiros causados ao patrimônio público. O prefeito tem 10 dias para exonerar o secretário e 30 dias para ajuizamento das ações.

De acordo com o promotor de Justiça, o próprio prefeito do município protocolou junto ao MPPE um série de representações criminais contra o secretário de Administração Pública, Alfredo Pereira Campos Neto; os cargos comissionados Maria Ivaneide de Brito, Virgínia de Fátima do Egito Cabral, Waldemira Alves Fonseca e Veralúcia de Andrade Cavalcanti; e os professores que não possuem mais vínculos jurídicos com a Prefeitura, Bartolomeu Ferreira Lima, João Marcelo Gomes Ferreira e  Andréa Rodrigues Perrelli.

As representações foram ingressadas devido a má administração de verbas públicas. No entanto, o promotor de Justiça questiona porque o secretário de Administração continua no cargo em comissão, quando o chefe do Poder Executivo Municipal identificou irregularidades na gestão do secretário. “A atitude de representar criminalmente uma pessoa que está no exercício de um cargo público é totalmente incoerente e contraditório com o comportamento de mantê-la em cargo comissionado, notadamente no relevante cargo de secretário Municipal de Administração, e, por consequência, tal comportamento torna-se de pronto ofensivo aos princípios da razoabilidade e da moralidade administrativa, o que traduz em inegável ato de improbidade administrativa, sujeitando o infrator as sanções civis e Administrativas”, explica o promotor de Justiça no texto da recomendação.

O Gestor municipal tem 10 dias para promover o desligamento do secretário e 30 dias para instaurar procedimentos administrativo disciplinares para apurar a responsabilidade dos servidores representados criminalmente, com as punições cabíveis. Além disso, também terá 30 dias para promover o ajuizamento de Ações Civis a fim de recuperar o prejuízo financeiros causado ao patrimônio público municipal. Todas as providências adotadas pela administração municipal deverão ser cientificadas ao MPPE, inclusive com com a cópia dos documentos comprobatórios.

Laureano Silva deixa hospital

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012 |


Com as primeiras cirurgias realizadas cicatrizando satisfatoriamente e após na última semana ter passado por uma cirurgia no fêmur fraturado em decorrência do acidente sofrido no último dia vinte, o radialista Laureano Silva recebeu alta na tarde de sábado do hospital Memorial São José. 
Por ser uma cirurgia recente e por ter colocado pinos, a perna do radialista ainda está imóvel, porém ontem à tarde durante visita, a fisioterapeuta elogiou o paciente e disse se sentir otimista com o resultado do exercício realizado. O radialista inicialmente fará uso de cadeira de rodas e agora passará por sessões de fisioterapia.

Empresa diz que condutor morto na PB tinha jornada normal de trabalho

sábado, 7 de janeiro de 2012 |


Krystine Carneiro Do G1 PB

"O motorista cumpria uma jornada normal de trabalho, tento tido folga de 17 horas desde a sua última viagem", é o que diz a nota enviada pela empresa Expresso Guanabara, que teve um veículo envolvido em um acidente no Sertão paraibano que resultou em sete mortes na manhã deste sábado (7). O motorista do ônibus que transportava 29 passageiros de João Pessoa para Cajazeiras, uma distância de 476 km, ficou preso nas ferragens e morreu no local.

Na nota, a Guanabara também questionou as declarações do condutor da carreta que também se envolveu no acidente. Ele informou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que o ônibus estava na contramão e em alta velocidade devido a um possível cochilo do motorista.

O homem que dirigia a carreta explicou que ainda tentou puxar o veículo para o acostamento, mas a lateral do ônibus foi arrancada pela parte traseira da carreta, segundo informou o inspetor S. Gomes, da PRF. A PRF aplicou o teste de alcoolemia no motorista da carreta e não foi detectada a presença de álcool no sangue dele.

A empresa ainda informou que já tomou todas as providências necessárias e montou uma estrutura para recepção dos parentes das vítimas. A Guanabara enfatizou também que está prestando assistência à família do motorista, Aderaldo Fernandes da Silva, de 65 anos, e se referiu a ele como "um profissional de excelente conduta durante os seus nove anos de atuação junto à empresa".

O acidente aconteceu no km 463 da BR-230, no município de Sousa, a 434km da capital João Pessoa. A carreta, que tinha placa da Bahia, seguia viagem de Petrolina, em Pernambuco, para Natal.

Bombeiros tiveram que tirar vítimas das ferragens (Foto: João Fábio)Bombeiros tiveram que tirar vítimas das ferragens
(Foto: João Fábio)

Sete ficaram presos nas ferragens e morreram com a colisão, incluindo o motorista do ônibus. Os Bombeiros estiveram no local para retirar os corpos das ferragens. O condutor da carreta teve apenas lesões leves.

Aproximadamente 15 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas pelo Samu ao Hospital Regional de Sousa. A Guanabara também informou que apenas quatro dos feridos ainda estavam no hospital com escoriações e sem risco de morte. Duas delas tiveram que ser submetidas a cirurgias. Os demais já receberam alta.

De acordo com o inspetor S. Gomes, alguns familiares já reconheceram os corpos das vítimas, todos passageiros do ônibus. Além do motorista Aderaldo, morreram Analice Moreira Antunes, de 61 anos, Mariana Diógenes Moreira, de 31 anos, Antônio Antunes Filho, de 63 anos, Caio Henrique Alipio Pedrosa, de 20 anos, Leandro Gomes dos Santos, de 13 anos, e Maria Aparecida Pedrosa dos Santos, de 14 anos.

Marinaldo e a visão pequena e centralista

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012 |

Eu venho dizendo faz um tempo, nos papos de fim de semana na minha cidade que o prefeito de Timbaúba tem um estilo de visão política centralista, vamos tratar dessa forma: centralista, aliás, pra ser bem franco ele não tem visão política, são seus aliados que fazem com que ele acredite ser maior que Alexandre o grande e estar colocando Timbaúba no centro cósmico do universo, acima dele só Deus e por isso ele se torna "centralista" um pouco eufemista? Talvez. Pra ser mais objetivo, avalio que o prefeito quer ter destaque, ele quer ser reconhecido com um homem de bem, um grande feitor, um realizador, como os antigos reis... sem ter nenhum conhecimento de causa e ser um leigo, ao que parece, no que é política e gestão pública, sendo capaz de afirmar que programas do Governo federal amplamente divulgados na mídia são obras da Prefeitura, entre dezenas de outras atrocidades das quais só sendo timbaubense pra conferir e acreditar. Já deu pra perceber que o prefeito não vai se cansar mesmo, ele já monopoliza vários segmentos do comércio, é dono da mídia, compra tudo, paga pelo silêncio, pela bajulação, ninguém pode fazer nada na cidade sem falar com ele, o cara quer ser o novo cidadão Kane... Só não sei como ficará quando pagar pelo desprestígio, pois estou falando de um dos piores índices de rejeição da Mata Norte e de um mandato baseado no efeito midiático, em tentar fazer de um população massa de manobra, no efeito Pirâmide de Maslow. Prefeito, não adianta se dizer pronto para a política, pronto para trazer novos horizontes para esta cidade, culpar os antigos gestores, Qualquer um teria sido um excelente prefeito com o que Timbaúba recebeu de recursos nos últimos anos, qualquer um... menos o senhor... Uma pena, para mais de 18 mil que acreditaram no seu discurso pronto e ensaiado com esmero. Timbaúba não quer reelege-lo! Timbaúba não está aguentando mais! O senhor viu a pesquisa do palácio? mais de 50% de rejeição homem de Deus! e agora??

Agora é esperar e ver se a força do seu dinheiro, será maior que a força do povo.