Prefeitos da Zona da Mata recebem Plano de Gerenciamento de Resíduos

quarta-feira, 6 de maio de 2009 |

No próximo dia 07 de maio, a Secretaria de Planejamento e Gestão, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Zona da Mata (PROMATA), vai entregar o Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos – PGIRS a 32 prefeitos da Zona da Mata. O evento será na sede do Programa (rua Gervásio Pires, 399, Auditório Padre Lebret, 1º andar), a partir das 10h.

O PGIRS é um estudo detalhado da realidade de cada município, que observa aspectos como a sua condição financeira, quantidade e tipo de lixo que produz, buscando, com isso, criar alternativas para conter a degradação ambiental, provocada pela deposição inadequada dos resíduos sólidos. O principal objetivo é ajudar cada cidade a gerir adequadamente o lixo.

De acordo com Vera Mendes, coordenadora do projeto, o plano é pautado nos princípios da redução, da reutilização e da reciclagem. “Além de todos os benefícios para os municípios, ainda vale ressaltar o incentivo à implantação da coleta seletiva, fazendo com que diminua a quantidade de resíduos sólidos que vão para os aterros”, comenta.

Ainda de acordo com a técnica, o Plano foi construído de forma participativa, a partir de oficinas realizadas em cada cidade, e contém orientações técnicas e normativas para que o município implemente de forma correta o armazenamento, a coleta, o transporte, o tratamento e a destinação final dos resíduos sólidos. Para esta ação, que foi realizada em parceria com as Secretarias de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Sectma) e das Cidades, o PROMATA investiu mais de um milhão de reais.

Em uma ação piloto, os municípios de Escada, Amaraji e Primavera, na Zona da Mata Sul, foram contemplados com a ação em 2008. Agora, as cidades beneficiadas são: Timbaúba, Camutanga, Ferreiros, Macaparana, Itambé, Condado, Itaquitinga, Carpina, Paudalho, Lagoa do Carro, Lagoa de Itaenga, Tracunhaém, Vicência, Aliança, Nazaré da Mata, Buenos Aires, Glória de Goitá, Chã de Alegria, Pombos, Vitória de Santo Antão, Chã Grande, Cortês, Joaquim Nabuco, Ribeirão, Gameleira, Belém de Maria, Xexéu, Jaqueira, Catende, São Benedito do Sul, Maraial e Quipapá. A previsão é de que, até o final deste ano, São José da Coroa Grande, Barreiros, Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém também tenham um Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos.

Do Carpina in Foco

0 comentários: