Limoeiro é contemplada com verba do Banco Mundial para obras hídricas.

sexta-feira, 19 de março de 2010 |

Do Aqui Notícia

O governador Eduardo Campos assinou, nesta quinta-feira (19.03), em Brasília, com o Banco Mundial - BIRD, a liberação de um empréstimo no valor de US$ 190 milhões (R$ 338 milhões) para a implantação do Programa de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco. A execução das obras está prevista para acontecer em cinco anos, com carência de mais cinco. O financiamento total deverá ser pago em 15 anos.

O Plano conta com três componentes: o primeiro é a estruturação do sistema de gestão dos recursos hídricos do Estado, que vai monitorar as águas de superfície e subterrâneas, além de criar a Agência Pernambucana de Água e Clima (APAC); o segundo visa a eficiência no controle de perdas, que vai se concentrar nas cidades de Jaboatão e Olinda e consiste na modernização da rede de distribuição da Compesa; e o último é o Programa de Revitalização do Rio Capibaribe.

Este último tem como objetivo implantar 100% de cobertura de esgotamento sanitário nos municípios de Paudalho, Limoeiro, Salgadinho, Toritama e Vitória de Santo Antão, evitando que essas localidades continuem escoando dejetos no próprio rio.

A despoluição do Rio Capibaribe dialoga com o tema da semana da Água 2010 que este ano é: “Água Limpa para um Mundo Saudável”. Durante os dias 22 e 26 deste mês, a Secretaria de Recursos Hídricos, promove uma série de palestras e seminários para tratar do assunto.

Por fim, para a criação da APAC estão previstas a construção de uma sede e a realização de concurso público para contratação de 100 técnicos. A agência vai organizar conselhos de usuários e comitês de bacias e realizar estudos hidrológicos. Uma das metas previstas é o estudo das bacias subterrâneas do Estado e o disciplinamento do uso de recursos através de poços artesianos.

0 comentários: