Sessenta pessoas são detidas em Carpina

A operação risco zero, deflagrada pelas policias militar, civil e com apoio da táctico da rodoviária federal prenderam ao todo mais de 60 pessoas em Carpina.
Os detidos estavam em bares no bairro da Senzala e segundo informações, as pessoas detidas estavam sendo investigados por favorecimento a prostituição. Os proprietários de bar, Washington José da Silva, 30 anos e Josefa Chaves 60 anos foram presos e eram os principais alvos da investigação. Washington foi conduzido ao presídio de lagoa do carro e Josefa foi levada para o recife, onde encontra-se num cela da colônia penal feminina.

Um comentário

zé pequeno disse...

dona lurde do bar da galega perto do salesiano vive de prostituição e outras coisas exclusas, mas parece que ela é protegida pela policia ao inves de ser investigada. essa operação foi apenas para mostrar serviço para a população dizendo que a policia está trabalhando. a rodoviaria federal não tem moral para prender prostitutas pois a maioria dos agentes vivem no negócio

Tecnologia do Blogger.