Dez cisternas são entregues à população de Glória do Goitá

Água de qualidade para beber, cozinhar e tomar banho ainda é apenas um sonho para muitas famílias do município de Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Com cerca de 30 mil habitantes, a região apresenta carência de água potável devido a fatores como o sistema de abastecimento e mudanças climáticas na região.

Para tentar minimizar o problema, neste sábado (6), a partir das 10h, serão entregues à população da área dez cisternas. Os reservatórios foram construídos na comunidades de Carobé de Cima, Guilherme de Fora, Guilherme de Dentro, Sítio Mulungú, Poças e Cameleira. Outras dez unidades serão construídas em Feira Nova, com previsão de entrega para segunda quinzena deste mês de julho.

Cada cisterna tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água, o uficiente para o consumo em oito meses. A construção é feita a partir de placas de cimento, com calhas laterais para captação de água da chuva, e instalada próxima às residências dos agricultores.

As cisternas foram feitas através de uma parceria entre a Sociedade Nordestina de Ecologia (SNE), por meio do Projeto Corredor da Farinha, e o Comitê da Cidadania dos Funcionários do Banco do Brasil (CCFBB). O SNE indicou as famílias que serão beneficiadas com as cisternas e dará apoio no desenvolvimento da ação do CCFBB no município de Glória do Goitá.

ENTIDADES
Em Pernambuco, um grupo de funcionários do Banco do Brasil criou, há 3 anos, o Comitê da Cidadania dos Funcionários do Banco do Brasil (CCFBB). Entidade de voluntários, sem fins lucrativos, utiliza-se da capilaridade que a empresa dispõe (instalada em mais de 160 municípios) para levar água de boa qualidade ao semi-árido pernambucano, por meio do Projeto Água Coletiva.

Já o Projeto Corredora da Farinha Desenvolvido, desde 2006, pela Sociedade Nordestina de Ecologia (SNE) e abrange os municípios de Feira Nova, Vitória, Pombos, Glória do Goitá, Lagoa de Itaenga e Chã e Alegria. O objetivo da iniciativa é recuperar a cadeia produtiva de forma sustentável, por meio de diversas ações envolvendo os agricultores e as famílias dessas regiões.

Pe 360º

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.