Mulher carpinense vence briga na justiça contra o bispo bilionário Edir Macedo

Segundo informações, representantes da universal ofereceram RS100,00 reais e cesta básica para ficar com um imóvel em Carpina.

 

José Barbosa de Moura, em 1985, vendeu um prédio à Igreja Universal do Reino de Deus, do bilionário Edir Macedo, em Carpina, sem a outorga ou mesmo conhecimento de sua esposa, Maria do Carmo Barbosa. Em 1986, já separada do marido, Maria do Carmo foi à Justiça para anular a venda.O processo se arrastou por 23 ANOS.

Só agora, a família conseguiu reaver o imóvel, seis anos após  a sua morte. Mesmo sem a asssinatura dela, os representantes da Igreja conseguiram a escritura do imóvel. O defensor público Zacarias Guedes da Silva Filho, penalizado com a situação da mulher, que tinha os dedos decepados devido a um acidente e sem recursos para contratar um advogado particular, resolveu lhe defender.

Na primeira audiência na Justiça, os advogados da igreja ofereceram R$ 100 e uma cesta básica pelo imóvel para encerrar o caso. A juíza ficou tão indignada que os expulsou da audiência, conforme informou Zacarias Guedes. Mas em casos assim (de descaso), onde os fiéis tentam anular contratos com a instituição, só acontecem porque a morosidade da Justiça é a maior aliada da igreja. Com base em artigo do Código Cívil que invalida contratos feitos por quem não pode se sustentar, juízes(mesmo com a lentidão da Justiça) vêm obrigando a Igreja Universal a devolver bens e dinheiro.

Com Informações do Brasil Wiki.

Um comentário

zeca disse...

vejo que vocÊ guto leu o meu comentario e procurou atender informando ao povo de carpina o motivo da mudança da iurd de edir macedo e seus bischos para a rua da bandeira. olhe que o ex- ex-ex vereador zé homénrico é beneficiario dessa instituição(iurd) mesmo sendo casado com a neta de dona maria do carmo barbosa

Tecnologia do Blogger.