Operação de combate à sonegação fiscal cumpre 58 mandados no Estado

De acordo com a polícia, 98 auditores fiscais do Estado também participam da ação na manhã desta quarta-feira; 11 pessoas, entre elas um auditor fiscal, já foram presas

 

No início da manhã desta quarta-feira (30), 335 policiais civis realizam uma operação de combate à sonegação fiscal. A ação, batizada de Operação Caixa Preta, já cumpriu 11 mandados de prisão e está cumprindo outros 47 de busca e apreensão em Pernambuco. Entre os presos está um auditor fiscal.
As investigações começaram há três meses e constataram a fraude de cinco modelos de equipamentos emissores de cupons fiscais (ECFs ) e de três diferentes fabricantes. Segundo os agentes, a quadrilha agia no Recife, na Região Metropolitana e nas cidades de Escada, Palmares, Catende, Caruaru, Timbaúba, Pesqueira, Arcoverde e Petrolina.
A ação da Secretaria de Defesa Social (SDS) acontece em conjunto com a Secretaria da Fazenda (Sefaz-PE). A SDS informou que foram flagrados, inicialmente, 57 contribuintes, localizados em 20 municípios do Estado. Todos esses contribuintes seriam ligados a duas empresas da área de tecnologia credenciadas na Sefaz para dar assistência técnica em ECFs e são suspeitas pela execução da fraude.
De acordo com a polícia, 98 auditores fiscais do Estado também participam da ação. Sete pessoas já foram presas. Todos estão sendo levados para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no Recife.

 

Da Redação do pe360graus.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.