O GOVERNO DE PERNAMBUCO E A FUNDAÇÃO HERMILO

quinta-feira, 11 de junho de 2009 |

Por Juarez Corrêia


O Teatro Cinema Apolo será reaberto no segundo semestre deste ano, ainda em homenagem ao 130o. Aniversário do Município dos Palmares, principal núcleo urbano da região Mata Sul de Pernambuco, que ocorreu na terça-feira, dia 9 de junho. O Governo do Estado, que realiza a reforma e as melhorias do mais antigo teatro (inaugurado em 1914) do Interior de Pernambuco e a Prefeitura dos Palmares, que mantém o espaço como sede da Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho, também a primeira criada no Interior (instituída em 1983), vão fazer a festa que beneficia a comunidade palmarense. Em dezembro o Apolo completa 95 anos.
Todo o projeto foi realizado por intermédio do PROMATA - Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Zona da Mata de Pernambuco, do Governo do Estado, em convenio com o Banco Mundial, com investimentos na ordem de R$ 1 milhão e trezentos mil reais, devidamente aprovados de acordo com a louvável iniciativa da Comissão de Cultura do PIM-Programa de Investimento Municipal, de Palmares, em 2003. Aprovado o projeto nesse tempo, no Governo anterior, só o atual Governo de Eduardo Campos é que viabilizou o empreendimento, como já tivemos oportunidade de registrar, neste DIARIO DE PERNAMBUCO, em artigo publicado no dia 31 / julho / 2008 ( "O Apolo, Hermilo, Arraes e Eduardo")
O que escrevemos e publicamos e o que ocorrerá no segundo semestre deste ano com a reabertura do Teatro Cinema Apolo, viabilizada por força da decisiva participação do Governo do Estado, é uma prova irrefutável de que, naturalmente, crescem em importância, para além de Palmares, o compromisso e a ação da própria Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho, criada, como estabelecem seus Estatutos, com objetivos "em consonância com as metas de estímulo aos valores artísticos locais, de incentivo e de promoção de todas as manifestações culturais da cidade dos Palmares, bem como das cidades da Região Mata Sul do Estado de Pernambuco."
A Fundação Casa da Cultura Hermilo Borba Filho completará, em julho próximo, mês do 92o. aniversário de nascimento do seu patrono, 26 anos de atividade. Mantém, em sua estrutura administrativa, o Teatro Cinema Apolo e a Estação Cultural dos Palmares (aprovada pelo Prefeito dos Palmares, por Indicação do seu Conselho Diretor, em fevereiro de 2002). A Estação Cultural dos Palmares, localizada no antigo edifício da Estação Ferroviária, foi criada para instalação de novas unidades culturais - Museu da Cidade, Centro de Arte Murillo La Greca, Biblioteca Regional Mata Sul, Livraria Griz, Centro de Documentação Givanilton Mendes e Memorial Luiz Portela de Carvalho. Tudo isso pertence a Palmares e pode pertencer diretamente a toda a comunidade da Mata Sul de Pernambuco. Objetivamente, será necessário que o Governo do Estado concretize a criação da FUNDAÇÃO REGIONAL ESCRITOR HERMILO BORBA FILHO, com base nos objetivos e no patrimônio da instituição palmarense, em parceria com a Prefeitura dos Palmares e dos demais municípios da região que poderão se beneficiar diretamente com as ações culturais empreendidas por essa nova instituição - a primeira fundação regional de cultura do Estado de Pernambuco e, talvez, do Nordeste brasileiro.

0 comentários: