Encontro discute oportunidades de emprego da Hemobrás de Goiana

A nova fábrica da Hemobrás, em fase de construção em Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, a 63 km de Recife, deve gerar 3.400 oportunidades de emprego diretas e indiretas. Para discutir o assunto, o presidente da Hemobrás, Paulo Baccara, vem ao Recife nesta quinta-feira (14).

O encontro acontece no auditório do Centro de Tecnologia e Geociências da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a partir das 14h, e é aberto ao público. Participam também os diretores técnico, Luiz Amorim, e de Assuntos Estratégicos, Augusto César.

Segundo a Hemobrás, a fábrica mais moderna de hemoderivados da América Latina vai gerar 680 empregos, dentro do parque industrial da empresa, e mais 2.720 vagas indiretas. As contratações para o parque industrial ocorrerão via concurso público, empresas terceirizadas e funções de confiança.

Nas carreiras de nível superior a expectativa é que a demanda se concentre na necessidade de contratação de engenheiros químicos e mecânicos, bioquímicos, farmacêuticos, administradores, advogados, entre outros.

Até 2011, serão realizados novos concursos para a contratação de mais 277 profissionais. Atualmente o plano de carreiras e salários da Hemobrás reúne empregos cujo salário varia entre R$1.300 e R$ 6.670,89.

A fábrica, que terá 48 mil metros quadrados, está do pólo farmacoquímico do Estado de Pernambuco. No total, serão construídos 19 blocos que funcionarão de forma autônoma, portanto, poderão entrar em atividade sem depender um do outro.

Em funcionamento, a fábrica vai produzir os fatores VIII, IX, Complexo Protrombínico e o Fator de Von Willebrand (utilizados em pacientes hemofílicos, entre outros), albumina e imunoglobulinas (substâncias que protegem pacientes com deficiências imunológicas, entre eles os que têm o vírus HIV).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.